Lei n.º 62/2007, art. 75.º n.º 4 b) - Constituem infracção disciplinar dos estudantes: A prática de actos de violência ou coacção física ou psicológica sobre outros estudantes, designadamente no quadro das «praxes académicas».

06
Out 22

Com o devido respeito pelos direitos de autor, reproduzimos excertos de opinião.

Para fins pedagógicos. (recomenda-se ver as imagens, disponíveis no link)

-----------------------------------------------

E se um "professor" fizesse isto ao vosso filho? Eu sei o que faria se fizesse ao meu

Ricardo Martins Pereira, 26.09.2022, MAGG Sapo

https://magg.sapo.pt/atualidade/artigos/cronica-e-se-um-professor-fizesse-isto-ao-vosso-filho-eu-sei-o-que-faria-se-fizesse-ao-meu

João Paulo Fróis é "professor" de natação. É um adulto. Treina crianças. E achou uma excelente ideia promover uma praxe rapando o cabelo a miúdos. E ainda humilhou e abandonou um que se recusou a aceitar.

Um adulto, já de cabelo grisalho, acha uma boa ideia rapar a cabeça de miúdos de 14. Um adulto, que é professor desses mesmos miúdos. Um adulto que exerce, pela natureza do cargo, um poder de autoridade sobre uma criança. Não satisfeito, esse mesmo adulto acha normal e aceitável que se humilhe uma criança que se recusa a ser sujeita a tal barbaridade. E pior: esse adulto acha razoável que a criança que não entrou no jogo da praxe — criança de 14 anos, é importante repetir — seja abandonada num país estrangeiro.

Um homem que faz isto a uma criança não pode, em qualquer circunstância, ser "professor". Ele não ensina nada, ele precisa de ser educado e ensinado naquilo que são os princípios básicos do civismo, da educação e do respeito.

publicado por contracorrente às 21:45

mais sobre mim
“Quando fizermos uma reflexão sobre o nosso séc. XX, não nos parecerão muito graves os feitos dos malvados, mas sim o escandaloso silêncio das pessoas boas." Martin Luther King "O mal não deve ser imputado apenas àqueles que o praticam, mas também àqueles que poderiam tê-lo evitado e não o fizeram." Tucídedes, historiador grego (460 a.c. - 396 a.c.)
Google Analytics